17 de Agosto de 2019

CIDADES Quinta-feira, 15 de Agosto de 2019, 09h:57 - A | A

Reforma da Feira do Porto

Agricultura apresenta projeto de realocação de permissionários durante obras

Luiz Ernesto Barreto c/ ANDRÉ GARCIA SANTANA

Davi Valle

image

A secretária de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Débora Marques, apresentou aos permissionários de restaurantes do Mercado do Porto, o projeto de realocação temporário de seus empreendimentos. A medida será adotada nas próximas semanas, em decorrência das obras de reforma do espaço. O tema foi discutido na terça-feira (13).

De acordo com Débora, já foram providenciados 14 boxes com encanamento de água e esgoto. Sendo assim, os comerciantes não serão prejudicados durante as obras de revitalização. “Temos tomado o cuidado de garantir o máximo de conforto tanto aos permissionários quanto aos frequentadores da feira. Todo esse esforço resultará em benefícios para a economia e o turismo da cidade”, explicou.

A intervenção na estrutura é dividida em duas etapas. A primeira compreende a parte de ampliação, que será executada pela empresa Lotufo Engenharia e Construções Ltda, pelo valor de R$ 8.914.771,38, em um prazo de 15 meses. Já a segunda, que está sob responsabilidade da X Nova Fronteira Construtora Ltda, trata-se da revitalização do espaço. Para esta fase, são R$ 2.548.017,77 investidos e um prazo de oito meses.

O recurso aplicado no projeto é fruto de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Cuiabá e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio do Contrato de Repasse homologado junto à Caixa Econômica Federal. A execução dos procedimentos estabelecidos em contrato será acompanhada pela Secretaria Municipal de Obras.

A obra corresponde a um aumento de aproximadamente 6,8 mil metros quadrados do espaço atual e tem por objetivo, proporcionar aos comerciantes e frequentadores em geral, uma adequada infraestrutura. Dessa forma, o Executivo planeja ainda, além de fortalecer o tradicional comércio, potencializar o desenvolvimento turístico do local.

Imprimir


Comentários