24 de Julho de 2019

POLÍCIA Quarta-feira, 03 de Julho de 2019, 16h:52 - A | A

Instinto de crueldade

PM prende e Civil indicia jovem que matou tia e arrancou o coração em Sorriso

Assessoria | PJC/PM-MT

image

A Polícia Militar prendeu em flagrante delito o suspeito Lumar Costa da Silva, de 28 anos, que esfaqueou a tia Maria Zélia da Silva Cosmos, 55 anos, até a morte, depois abriu o tórax da vítima e arrancou seu coração, levando até a casa da prima (filha da vítima), onde deixou em um tanque de lavar roupa.

O assassinato ocorreu no bairro Vila Bela, na residência da vítima, localizada na Rua Negro, por volta das 21h, na cidade de Sorriso(420 km de Cuiabá). A Polícia Civil o indiciou por assassinato(artigo 121) e agora tenta esclarecer a motivação de um crime.

De acordo com as primeiras informações, depois de matar Maria Zélia, Lumar obrigou a prima, sob ameaças, a entregar as chaves de um veículo Citroen C3, e com este saiu pela cidade, posteriormente, colidindo o carro em transformador de energia, após invadir o terreno da empresa Energisa. Ainda no local, o suspeito tentou colocar fogo no automóvel. Na sequência, ele seguiu fugindo a pé até a ser abordado pela Polícia Militar, na Rua das Videiras, bastante transtornado.

Segundo os militares, o suspeito reagiu e foi necessário uso progressivo e moderado de força física, com técnicas de imobilização, e ainda reforço policial. O suspeito encontra-se sob custódia da Polícia Civil, na Delegacia de Sorriso.

Os dois locais, o primeiro onde a vitima foi esfaqueada, e o segundo onde o coração foi deixado, foram periciados pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).  

O delegado de Sorriso, André Eduardo Ribeiro, disse que toda a cidade está “perplexa e chocada pela brutalidade dos fatos”, praticada diante de banal desentendimento em razão da tia ter pedido para ele sair de casa, por estar usando drogas e ela não  admitir isso dentro da residência.  

A vítima era uma pessoa muito religiosa e não aceitava uso de entorpecentes, e ainda ouvia algumas músicas, que a tia não gostava e, portanto, pediu para ele deixar a casa. Isso teria deixando ele revoltado.

A Polícia Civil levantou que o suspeito estava apenas há 4 dias na cidade. Ele foi para Sorriso após ameaçar a mãe e outros familiares com um facão, no estado de São Paulo. Em Sorriso, ficou abrigado na casa da tia, de favor.

O suspeito foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, motivo fútil, de 12 a 30 anos de reclusão. Nesta manhã, ele será encaminhado para exame de corpo delito e após levado a audiência de Custódia.

O suspeito, à princípio, não tem passagem policial. Segundo testemunhas o rapaz é muito inteligente, trabalhou em multinacional e fala outros idiomas.

“Ele se demonstra muito frio, como se nada tivesse acontecido. Sorri, conversa com as pessoas, até gravou com alguns meios de comunicação, e não fala nada com nada. Mas, é muito frio e não demonstra nenhum arrependimento”, finaliza o delegado André Eduardo Ribeiro. 

 

 
Imprimir


Comentários